Terça-feira, 3 de Maio de 2005

DOS PESOS E DAS MEDIDAS

Imagens antigas 061.jpg

Tem-me cheirado a patrioteirismo a onda de “solidariedade” e “preocupação” com o cidadão Ivo que foi apanhado a transgredir as leis do País onde, voluntariamente, arribou. É das regras que, em qualquer País, as suas leis obrigam os que de lá são e lá estão, os que para lá vão e os que por lá passam. Mesmo a lei mais absurda ou mais ridícula. O menos viajado sabe-o. A solução para contornar o facto de haver países com leis estúpidas, está em que, se não se lhes aceitam as leis, não se visitam. Ivo visitou, violou a Lei (confessou-o), deve responder por isso. Porque, no caso, apenas temos uma questão de soberania. Que se não questiono no meu País não o posso fazer com os outros.

Depois, além do patrioteirismo, cheira-me que a “onda pró-Ivo” tem um charme indiscreto de selectividade social e de status. Afinal, terá sido só um charro, o tipo é artista, coisa e tal . E eu leio, numa notícia ao lado, que os casos de escravatura nas vindimas espanholas, muitas vezes usando deficientes, não merecem a mesma net-solidariedade. Cada qual com suas escolhas e suas prioridades. No caso do martírio do Ivo, até onde vai o meu pugnar é que lhe seja assegurado advogado com mérito para o defender e um julgamento justo. Nos casos de escravatura, a indignação não pode parar até meter-se termo a esta vergonha que tanto nos envergonha.
publicado por João Tunes às 16:54
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Joo a 4 de Maio de 2005 às 16:09
Pois confesso: não apanhei a grandeza do que se altera, na questão de fundo, com a precisão da narrativa que foi acrescentada (mas que não deixo de agradecer).


De jpn a 4 de Maio de 2005 às 15:51
sem dúvida em relação à nossa necessidade de estarmos atentos a processos de escravatura que nos passam debaixo dos olhos; totalmente em desacordo em relação ao resto. aliás, é sintomático de que omitas um dado importante: o cidadão Ivo não "foi apanhado a transgredir as leis do País onde, voluntariamente, arribou". Ele não foi apanhado a transgredir coisa nenhuma. Ele foi denunciado, fizeram-lhe exames e detectaram indícios da presença de haxixe no corpo. E, consequentemente, ele confessou ter fumado haxixe. Pode parecer apenas um pormenor, mas se se pensar melhor, não o é!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. UM ÁS DO CASTRISMO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. ENTÃO, O QUE TENS FEITO ?

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. QUE FORÇA É ESSA?

.arquivos

. Setembro 2007

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds