Quinta-feira, 21 de Abril de 2005

O FEUDO FARMACÊUTICO

farmacia[1].jpg

O regime de propriedade das farmácias inscreve-se num dos mais feudais dos privilégios estabelecidos. Um baú de bons patacos repartido entre alguns.

É um escândalo medievo que o proprietário de uma farmácia tenha de ser um farmacêutico. A que acresce a limitação na abertura de novas farmácias. Uma contradição flagrante com a livre concorrência e a economia de mercado. Uma coutada, apenas. Com prejuízos mais que óbvios para os consumidores (que são todos os cidadãos). Garantido que seja que a direcção técnica seja exercida por um farmacêutico, o que acrescenta que a propriedade pertença a um técnico? Nada, está bem de ver. O curso de licenciatura em Farmácia habilita técnicos ou comerciantes?

Aqui está, no meu entendimento, uma prioridade entre as prioridades na política da saúde e do medicamento. Antes mesmo da também indiscutível venda livre (embora condicionada aos requisitos do controlo técnico) dos medicamentos isentos da necessidade de receita médica.
publicado por João Tunes às 18:44
link do post | favorito
|
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. UM ÁS DO CASTRISMO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. ENTÃO, O QUE TENS FEITO ?

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. QUE FORÇA É ESSA?

.arquivos

. Setembro 2007

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds