Quinta-feira, 14 de Abril de 2005

MÚSICA FORA DE CASA, NA INVICTA

lthumb.xpd11204142247.portugal_casa_da_musica_xpd112[1].jpg

Uff. Calhando bem não vou ficar defraudado. Vou ter amigos, conhecidos e bloggers do Porto a ultrapassarem finalmente a saudade de Mourinho. Aquilo que dizem, acreditando nisso piamente, ser um dos melhores espaços do mundo para se ouvir música, vai tomar o lugar da fixação identitária dos portuenses portistas com o FêCêPê? Seja como for (lá irei assim que puder), a música na Casa da Música sempre será melhor que a de uma claque de futebol, com música rasca como a de todas as claques.

Há dias, um blogo-amigo, dando-me prova de estima que registei, desenhou, na prancheta invisível da amizade, o projecto de, um dia, irmos juntos, suponho que no Estádio do Dragão, assistir a um jogo entre rivais das nossas paixões desencontradas. Como prova que amizade só pode rimar com fair-play. Comoveu-me, embora tivesse de pensar cinco vezes antes de me atrever a entrar com os meus paramentos de mouro lampião em Igreja de culto adverso. A Casa da Música, na Boavista que bem conheci, é uma excelente alternativa para sair do convite futeboleiro com riscos de patinar no impasse. Aí alinho, caro amigo (não digo o nome, porque outro dia plantei-lhe aqui a foto e ele achou que lhe escangalhei a reputação que ele longamente foi construindo na blogosfera). Escolhe concerto e reserva bilhetes que estou danado por aí dar um salto a ouvir boa música em auditório de requinte sonoro.

Porque agora, pela Música, o Porto é, finalmente, uma Nação. Tratem-na, no mínimo, com a mesma paixão afincada como trataram a bola. Melhor ainda, se possível.
publicado por João Tunes às 23:52
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Joo a 15 de Abril de 2005 às 15:47
Caro amigo Werewolf, tudo em aberto, portanto. Por mim, tudo bem. Alargar hipóteses, multiplicando-as até ao infinito, não é arte de tudo ameaçar mudar para tudo ficar na mesma como a cepa torta (vidé o célebre - por causa de Visconti - Lampelusa)? E, desculpa que te diga, fazer propostas de iniciativas de confraternização para os dois apanharmos uma carga de porrrada, não sei se é de amigo, não. Melhor essa de irmos à Casa da Música e acabarmos no Solar do Vinho Fino. Antes isso que acabarmos a noite a beber soro por um tubinho no Hospital de Santa Maia ou de São João. Quanto ao blogue que divulgaste, é de facto um espanto (sobretudo ao nível da fotografia, embora haja ali muito trabalho de montagem e tratamento, pois o Porto não pode estar tão bonito e tão interessante assim...). E merece o meu link de respeito. Eu gostei do Porto quando ele era feio e provinciano, chamava mouros logo aos de Gaia, tinha putedo a dar paisagem humana à Estação de São Bento (provavelmente, as putas já se mudaram para Campanhã ou, agora, mais finas e musicais, para a Rotunda da Boavista), e era aperitivo para se subir, ladeando, até à Batalha petiscar presunto e verde (tinto) em malga e a sujar a malga de cor de sangue, antes de descer aos Congregados (ainda existe a "Flor dos Congregados"?) para um sarrabulho com mais tinto até não caber mais tinto. Se mudam o Porto, estragam-me a ternura que eu tenho pelo Porto. Porque o tornam mais parecido com alguma Lisboa. E os portuenses quando forem iguais e melhores que os lisboetas, sonho velho que nunca devia passar de utopia, suicidam-se por falta de razão para viver. E eu quero os portuenses vivos e bem dispostos para dizer mal deles por estima. Caso contrário, desato a dizer mal dos alentejanos e então, adeus vindima, passo a sujar o vinho que bebo. E se apanho rancor ao vinho alentejano, suicido-me eu e, depois em cadeia de solidariedade, enforcam-se uma data de amigos mais os amigos dos amigos e tarda nada não há português para amostra. Grande abraço.


De Werewolf a 15 de Abril de 2005 às 11:05
Fica combinado João, até proponho mais, como alguns dos que trocamos opiniões contigo somos portuenses podiamos alargar esse convite aos restantes e depois acabarmos a noite no Solar do Vinho do Porto, como sugere a th. Vai pensando nisso.
No entanto mantenho o convite para um jogo no Dragão entre as nossas equipas e, para que as coisas fiquem equilibradas até me disponho a ir contigo á Luz, também devidamente paramentado, logo que a oportunidade se proporcione, até porque, curiosamente nunca vi o meu FCP jogar fora das Antas ou do Dragão.
Quanto à minha reputação não fiques preocupado que ela ficou inalterada.
Pois é verdade que aqueles jardins dão para namorar que se farta, mas agora existem outras agradáveis alternativas, por exemplo nos Parques da Cidade.
Dá uma vista de olhos ao Cidade Surpreendente tenho link nos meus blogs e até lhe dediquei um pequeno post no Acuso 2.
Abraço amigo.


De Carlos a 15 de Abril de 2005 às 04:21
... a minha alma está parva... equipado das cores de (poder) praticar desporto qunado ele melhor sabe e é preciso, e puxa a banda para o emblema, dita fé? A 'nossa' equipa ganha sempre, uma quando tem cores e feitos que nos agradam ou encaminharam a gostar, outra quando é aquela em que jogamos e isso é melhor que as cores todas, juntas. Porque jogamos, e aí são só os uotros a ver jogar.


De Joo a 15 de Abril de 2005 às 00:51
Ó Dona, eu vivi no Porto(passei lá, em tempos diferentes - 1960 e 1967 -, dois dos meus melhores anos de juventude). O Palácio antigo de Crystal não conheci mas namorei que me fartei nos seus jardins à volta do Pav Desportos (ficava a um passo da Praça da Galiza e eu, e as catraias, estudávamos na mui nobre Escola do Infante, subia-se até à CUFP beber qualquer coisinha e depois, aquele jardim vinha mesmo a calhar). Quanto ao Solar, bem quanto ao Solar, normalmente sabia como entrava, dava menos conta como é que saía. É por gostar do Porto e dos portuenses (portistas, é outro negócio, apesar de ter treinado atletismo no velho Estádio das Antas e equipado com riscas azuis e brancas, pecados de juventude quem não os tem?), que eu me sinto à vontade para picar os tripeiros. Abraço amigo.


De th a 15 de Abril de 2005 às 00:24
E vão tratar de certeza, exigente, mas culto...o tripeiro. Já agora quando lá fôr não perca uma ida ao Solar do Vinho do Porto (fica na ruazinha ao lado do Palácio de Crystal, sem palácio, mas com o Pavilhão dos desportos...)Abraço, th


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. UM ÁS DO CASTRISMO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. ENTÃO, O QUE TENS FEITO ?

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. QUE FORÇA É ESSA?

.arquivos

. Setembro 2007

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds