Terça-feira, 24 de Maio de 2005

FALAR DE SÁBIO

capt.nydh10105212232.taps_too_few_buglers_nydh101[1].jpg

Diz o Sábio Mussele:

“Calculo eu, ninguém tem saudades do "peixe podre, fuba pobre, 50 angolares e porrada se refilares". Como ninguém tem saudades das transferências compulsivas de trabalhadores, dos trabalhos de escravo nas roças e nas estradas, dos cartões de assimilados, dos "brancos de segunda", e por aí fora.”

Ora, ora, Sábio não sabe tudo. Ou então tem a sabedoria de não querer ouvir o que não quer ouvir. Os gemidos que mais oiço por aí, outra vez, cada vez mais, são pelos “heróis do ultramar”, contra os “crimes da descolonização” e suspiros de saudade do “pôr do sol africano” e das cidades lindas de morrer.
publicado por João Tunes às 16:07
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De IO a 24 de Maio de 2005 às 17:13
Já lá fui... a esses do 2º parágrafo, é meter-lhe a corneta na kabeça, que eles por mais que fales não ouvem, vão morrer assim... tal como eu, com a minha versão lol


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. UM ÁS DO CASTRISMO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. ENTÃO, O QUE TENS FEITO ?

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. QUE FORÇA É ESSA?

.arquivos

. Setembro 2007

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds