Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2005

NO BLAIR SOUCE, PLEASE

cooking_11[1].jpg

"O meu apelo vai para que as pessoas deixem de consumir molho
inglês enquanto não tivermos os resultados das análises aos produtos
apreendidos e retirados do mercado em Portugal, até porque o molho
inglês não é um produto de primeira necessidade", afirmou à Lusa
António Ramos, director-geral de Fiscalização e Controlo da Qualidade
Alimentar.


Eu não sei se isto é conselho avisado ou primeiro sinal de resistência à anunciada tendência da Blairização da política portuguesa. Talvez um boicote de santanetes incrustados na Máquina Pública ou até poderá ser a primeira das performances bloquistas pós-eleitorais. Pelo sim ou pelo não, nada como Sócrates se prevenir. Será no molho inglês, a primeira das provas de resistência e de certificação esquerda-esquerda?
publicado por João Tunes às 16:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. UM ÁS DO CASTRISMO

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. SOBRE A EDUCAÇÃO TESTEMUN...

. ENTÃO, O QUE TENS FEITO ?

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. O QUE TEM DE SER A EUROPA...

. QUE FORÇA É ESSA?

.arquivos

. Setembro 2007

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds